Óleos Essenciais: O que é?

Por Diogo Silva

”Se você já gostou do cheiro de uma rosa, você experimentou as qualidades aromáticas dos óleos essenciais”.

O termo “óleo essencial” vem da contração do nome “óleo quintessencial”, uma alusão ao fato de que acreditava-se que a planta era a combinação entre os quatro elementos (fogo, terra, água e ar) e um quinto chamado quintessência, que seria a alma ou força vital da planta. Por isso, o óleo essencial muitas vezes é chamado de “a alma da planta”.

Os óleos essenciais têm melhorado vidas por milhares de anos, oferecendo uma variedade de benefícios desde fins cosméticos e dietéticos até uso espiritual e religioso. Existe diversas formas de extração de óleos essenciais: destilação a vapor, prensagem a frio, hidrodestilação, enfleurage, extração por solvente e fluídos supercríticos. Após a destilação, o óleo essencial é fisicamente separado da fase da água.

destilação por arraste a vapor

Você pode acessar o poder dos óleos essenciais de muitas maneiras, mas as práticas mais comuns incluem difusão aromática, aplicação tópica.

Os óleos essenciais são substancia volátil,que tem a propriedade de se evaporar em temperatura ambiente

Óleos essenciais dão às plantas seus cheiros distintos, óleos essenciais protegem as plantas e desempenham um papel na polinização vegetal. Além de seus benefícios intrínsecos às plantas e sua bela fragrância, os óleos essenciais têm sido usados há muito tempo para preparação de alimentos, tratamento de beleza e práticas de saúde.

Exemplos dos Compostos Químicos nas Plantas

Quando você abre pela primeira vez uma garrafa de óleo essencial, você imediatamente nota que o aroma é potente e você pode sentir o cheiro normalmente mesmo de alguma distância. As propriedades físicas e químicas dos compostos aromáticos voláteis que compõem óleos essenciais permitem que eles se movam rapidamente pelo ar e interajam diretamente com os sensores olfativos no nariz. Tais propriedades únicas tornam os óleos essenciais ideais para a inclusão de aplicações na aromaterapia.

Sensores olfativos
A Alma da Rosa -1908 Pintura de John William Waterhouse

Mais de 3.000 variedades de compostos aromáticos voláteis foram identificadas até o momento.
A natureza de um óleo essencial varia de planta para planta, dentro de famílias botânicas, e de espécies para espécies. A delicada proporção de constituintes aromáticos encontrados em qualquer óleo essencial é o que o torna único e lhe dá benefícios específicos.

Mesmo com óleos essenciais puros, a composição do óleo pode variar dependendo da hora do dia, estação, localização geográfica, método e duração da destilação, crescimento do ano e do clima.

Artista: Valquíria Faria de Barros – Lavandas
Compartilhar
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
Share on print
Comentar